Schwing Stetter

40 anos

Soluções SCHWING-Stetter em operação na ampliação do Canal do Panamá

Enviado em: 04/04/2013 às 10:04:25

Com um cronograma sem descanso, bombear concreto está se tornando um papel fundamental nas obras de expansão no canal do Panamá. As difíceis misturas de concreto e as altas temperaturas proporcionam condições complicadas que estão sendo superadas com a utilização dos equipamentos SCHWING-Stetter. Mais de 4,7 milhões de metros cúbicos de concreto serão utilizados neste projeto que será finalizado em 2015. Um recorde mundial em qualquer obra de infraestrutura já realizada.

As novas eclusas medirão 420 m de comprimento, 54 m de largura e 18 metros de profundidade. O investimento para esta expansão foi calculado em US$ 5.250 milhões.

O projeto de expansão irá adicionar um terceiro conjunto de eclusas em ambos os lados do canal. Cada um destes novos complexos terá três câmaras consecutivas e foram projetadas para levar os barcos do nível do mar para um grande lago artificial. Cada câmara terá três piscinas laterais gerando economia de água, de modo que haverá um total de 9 piscinas por eclusa, 18 em todo o complexo. Tanto as eclusas como as piscinas serão enchidas por gravidade, sem o uso de bombas.

As novas eclusas estão sendo construídas através de dois diferentes tipos de concreto: uma com estrutura marinha e outro com uma massa de concreto interior. Uma parede de bloqueio da eclusa mede cerca de 18 m de largura, 30 m de altura e 28,5 m de comprimento. Cada um contém dois bueiros de 6 m usados para preencher e drenar a eclusa. Cada um dos bloqueios requer até 232 toneladas de aço reforçado e 26 m³ de concreto. Um total de 50 destas estruturas maciças de concreto são necessárias para cada câmera da eclusa.

 

Atualmente, estão trabalhando nas eclusas, 4 bombas para concreto SCHWING, localizadas no Oceano Atlântico – Uma SCHWING S32XL, duas S52SX e uma S58SX, Segundo Jorge Puello Echeverri, supervisor das operações de bombeamento de concreto, ‘estamos trabalhando 22 horas por dia com muito sucesso. As bombas com mastro estão equipadas com a bateria de bombeio 2525H que inclui a válvula para concreto Big Rock`.
A eficiência dos cilindros de bombeio com um grande diâmetro (250 mm) e a válvula para concreto Big Rock possibilita bombear agregados entre 38 mm e 60 mm, seguindo as especificações de alguns traços de concreto utilizados no projeto. Todas as bombas estão utilizando tubulações de 125 mm de diâmetro.

Apesar do avanço do projeto, as condições da obra são realmente o grande problema. As bombas SCHWING S52SX e S58SX se ajustam bem à essas condições e possibilita trocas rápidas de local de bombeamento, isso graças ao sistema de estabilização Super X que proporciona a montagem rápida do equipamento mesmo em espaços reduzidos para estabilização.

As centrais para concreto possuem um sistema exclusivo de esfriamento de agregados do qual é extremamente necessário para controlar a temperatura gerada durante o processo de cura do concreto.

A temperatura ambiente se mantém em torno de 30ºC e o concreto deve se manter entre 8.8ºC y 12.2ºC quando é aplicado. Para conseguir isso, a areia e a brita são esfriadas com água antes de serem transferidas a um ambiente com ar condicionado incorporado e adicionado gelo em escamas na mistura.

´A versatilidade e garantia de produção das bombas para concreto em um mega projeto como este são fundamentais para manter a produção´, explica Echeverri, ´As cinco seções do mastro da S52SX oferecem articulações necessárias para distribuir concreto em qualquer lugar.´

Detalhes

Canal do Panamá
Construtora: Grupo Unidos por el Canal
Equipamentos: Central Misturadora para Concreto SCHWING-Stetter modelo M2, SCHWING S58SX, S52SX e S32XL.

Enviado por Schwing |
© Copyright SCHWING-Stetter Brasil 2017
Rod. Fernão Dias, km 56 - Terra Preta - Mairiporã - SP - Brasil - CEP: 07600-000
Tel.: 55 11 4486-8500 | Fax.: 55 11 4486-1227 / 1344
desenvolvido por Geosfera